Tamanho do texto

SÃO PAULO - O contingente de desempregados na Alemanha aumentou pela primeira vez desde fevereiro de 2006, de acordo com as informações do Federal Labour Office, autarquia que, entre outras funções, administra o seguro-desemprego. De acordo com a entidade, o resultado se deve à crise econômica.

Na série com ajuste sazonal, o número de pessoas procurando trabalho subiu em 18 mil de novembro para dezembro, acima do esperado pelos analistas, que projetavam alta de 10 mil. São 3,18 milhões de pessoas sem trabalho, o equivalente a uma taxa de desemprego de 7,6%. Sem descontar os fatores sazonais, o número de pessoas desocupadas na Alemanha cresceu em 114 mil.

A economia da Alemanha encolheu no segundo e terceiro trimestres de 2008, o que coloca o país em uma recessão técnica. Em novembro, o governo aprovou um pacote, de 31 bilhões de euros, para estímulo à economia, logo classificado como insuficiente. O Bundesbank, banco central do país, já previu uma retração de pelo menos 0,8% em 2009.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.