Tamanho do texto

Taxa de desocupação ficou em 5,8% no mês; rendimento médio permaneceu estável na comparação com o resultado de setembro

A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 5,8% em outubro, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira. Esse resultado é o menor para o mês desde o início da série histórica, em março de 2002. No mês de setembro, o índice de desemprego estava em 6% , de acordo com o IBGE.

O rendimento médio real habitual dos ocupados (R$ 1.612,70) permaneceu estável na comparação com o resultado verificado em setembro e frente a outubro do ano passado.

Criação de empregos formais recua 38% em outubro

Entenda como a crise internacional pode atingir seu bolso

A Pesquisa Mensal de Emprego é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

A população desocupada (1,4 milhão de pessoas) ficou estável tanto em relação ao mês anterior, quanto em comparação com outubro do ano passado. A população ocupada (22,7 milhões) não apresentou variação em comparação com setembro. No confronto com outubro de 2010, ocorreu elevação de 1,5% nessa estimativa, representando um adicional de 336 mil trabalhadores ocupados em doze meses.

O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado (11,1 milhões) não apresentou variação significativa em relação a setembro. Na comparação com outubro de 2010, houve aumento de 7,4%, representando um adicional de 765 mil postos de trabalho com carteira assinada no período de um ano.

Petrobras abre concurso com salário inicial de até R$ 6.217

Dicas para passar em concurso público

A massa de rendimento real, de R$ 36,9 bilhões, ficou estável em relação a setembro e cresceu 0,9% em relação a outubro de 2010.

A taxa de desocupação não registrou variação significativa em nenhuma das regiões analisadas quando comparada com setembro de 2011. Na comparaçao com outubro de 2010, foi registrada queda de 2 pontos percentuais na região metropolitana de Recife, de 0,8 ponto percentual em Belo Horizonte, elevação de 0,7 ponto percentual em Porto Alegre. Nas demais regiões o indicador de desemprego ficou estável.

Taxa de desocupação no Brasil

Variação do desemprego no País nos meses de outubro

Gerando gráfico...
Fonte: IBGE