Tamanho do texto

O deputado Humberto Souto (PPS-MG) está inconformado e não esconde os ciúmes da notoriedade e dos holofotes ganhos pelo deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) com a chamada Emenda Ibsen, aprovada na semana passada na Câmara. Souto é o autor e o primeiro signatário da proposta.

"Isso é uma sacanagem! Vocês só ficam falando que a emenda é dele (Ibsen). Deve ser porque ele é mais bonito e mais gostoso", ironiza. Ao longo da semana, Souto fez questão de acompanhar Ibsen em todas as entrevistas e discussões sobre os royalties do pré-sal. "Fui eu que convidei o Ibsen para assinar a emenda", contou o deputado mineiro.

Além de Ibsen, Souto também chamou o deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) para subscrever a proposta. "Era bom ter alguém governista assinando a emenda", justificou.

Fama. Constrangido com o comportamento do colega, Ibsen posou para fotos e deu explicações sobre a nova proposta elaborada para a divisão dos royalties do pré-sal ao lado de Souto e de Castro. A emenda foi levada, na terça-feira, pelos três deputados ao senador Pedro Simon (PMDB-RS).

Apesar de Ibsen se desdobrar em gentilezas e repetir que a emenda não é só sua, Souto não para de se lamentar, e reclama de a população e o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), estarem "difamando" apenas o gaúcho, e não ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.