Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Braskem anunciou hoje que desde o início da semana reduziu sua produção de eteno para 55% da capacidade nas duas plantas de produção, em Camaçari (BA) e Triunfo (RS), cuja capacidade somada é de 2,5 milhões de toneladas por ano. Segundo a companhia, a redução se deve a ajuste de estoques tendo em vista a redução da demanda internacional e o movimento de desestocagem da cadeia produtiva da petroquímica e dos plásticos no país.

A empresas afirma que essa medida seguirá até dezembro, quando serão reavaliadas as condições de demanda e o patamar dos estoques do produto - que é a principal matéria-prima do polietileno e PVC. Em seu comunicado, a companhia afirma que vê a situação como "pontual" e "transitória".

Em Camaçari apenas uma das duas linhas de produção está em funcionamento, assim como em Triunfo, onde uma das linhas foi paralisada e outra continua operando. Essa paralisação parcial afeta também em igual proporção o uso da capacidades na Unidade de Poliolefinas, onde são produzidos polietileno e polipropileno. Na Unidade de Vinílicos, a produção de PVC se mantém em ritmo normal.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.