Tamanho do texto

Déficit foi de 8,9% do PIB no ano fiscal encerrado em 30 de setembro, inferior aos 10% do ano fiscal de 2009

O déficit orçamentário dos Estados Unidos no ano fiscal de 2010 diminuiu para 1,294 trilhão de dólares, frente ao recorde de 1,416 trilhão de dólares do ano anterior, com uma recuperação da arrecadação das empresas e mais lucros do Federal Reserve nos esforços para sustentar a economia.

O Departamento do Tesouro informou nesta sexta-feira que o déficit foi de 8,94 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) no ano fiscal encerrado em 30 de setembro, abaixo dos 10 por cento do ano fiscal de 2009.

O déficit ficou 177 bilhões de dólares abaixo do estimado pelo governo Obama em julho. Boa parte da redução deveu-se a gastos menores que o previsto com programas de socorro financeiro e arrecadação acima do projetado. Apesar disso, o déficit foi o segundo maior da história dos EUA.

"Ao gerenciar cuidadosamente as iniciativas emergenciais para interromper o pânico financeiro e acelerar nossa saída desses investimentos, reduzimos significativamente o custo para os contribuintes, diminuindo os custos do resgate financeiro em mais de 240 bilhões de dólares este ano", destacou o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, em comunicado.

"Mas ainda temos uma longa jornada para reparar o prejuízo à nossa economia e enfrentar os déficits de longo prazo causados pela crise."

Em setembro, o déficit orçamentário foi de 34,49 bilhões de dólares, ante 45,21 bilhões de dólares em igual mês de 2009. Foi o 24o mês seguido de déficit.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.