Tamanho do texto

Por quase 1 bilh?o de euros, empresa brasileira adquire cinco fabricas

A Companhia Siderúrgica Nacional ( CSN ), controlada pela família Steinbruch, finalizou a compra de empresas de cimento e siderurgia do grupo espanhol Alfonso Gallardo na Espanha e Alemanha. O negócio é avaliado em quase 1 bilhão de euros. A empresa vai pagar 543 milhões de euros por cinco empresas, assumindo, entre outros, dívidas de 403 milhões de euros.

O negócio foi fechado pela subsidiária CSN Steel, que fica na Europa. As empresas adquiridas são Cementos Balboa, Corrugados Azpeitia, Corrugados Lasao, Stahlwerk Thüringen (SWT) e Gallardo Sections. A CSN já havia assinado um memorando para a compra dos ativos em dezembro de 2010.

“A transação concorrerá para o fortalecimento da CSN nos segmentos de cimento e aços longos, reforçando o portfólio de projetos de classe mundial, composto por reservas minerais e ativos de alta qualidade”, disse a empresa em fato relevante. O negócio depende de aprovação das autoridades regulatórias.

A Balboa produz cimento e clínquer na região da Extremadura na Espanha. A fábrica tem capacidade de 1,4 milhão de toneladas de cimento e 1,1 milhão de toneladas de clínquer anuais . A empresa possui uma mina de calcário e ardósia própria.

Azpeitia e Lasao produzem aços longos no País Basco. Azpeitia é especializada na produção de vergalhões e tem capacidade instalada de produção de 1,1 milhão de toneladas de aço/ano. Lasao, por sua vez, é uma produtora de telas eletro-soldadas, com uma capacidade instalada de produção anual de 200.000 toneladas.