Tamanho do texto

Número de desempregados aumentou 0,2% em fevereiro e indicador já acumula 6,2% no ano

O número de desempregados na França aumentou em fevereiro pelo décimo mês consecutivo para seu nível mais alto desde outubro de 1999, lançando uma sombra sobre a candidatura a um segundo mandato do presidente Nicolas Sarkozy, nas eleições em dois turnos de abril e maio.

Números divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Trabalho francês mostram que o número de candidatos a emprego registrados na França continental subiu 6.200 em fevereiro, para 2,868 milhões, com alta de 0,2% no mês e de 6,2% no ano.

O dado mensal do Ministério do Trabalho é o indicador doméstico de emprego divulgado com maior frequência, embora não seja elaborado de acordo com os padrões amplamente utilizados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) nem sejam expressos como uma taxa de desemprego do número de candidatos a uma vaga em comparação com a força de trabalho total.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.