Tamanho do texto

Segundo ele, países europeus têm que se concentrar em "reduzir déficit e despesa e melhorar a competitividade" da economia

Presidente francês (à esq.) e premiê espanhol durante conferência de imprensa
AFP
Presidente francês (à esq.) e premiê espanhol durante conferência de imprensa
O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu "sangue frio" nesta segunda-feira diante das decisões das agências de classificação de riscos e a realização de medidas necessárias perante "a crise sem precedentes" na Europa.

Leia mais : Moody's vê pressão sobre perspectiva de rating da França

"É preciso reagir a estas decisões com sangue frio. Isto não muda nada", afirmou Sarkozy, durante uma entrevista coletiva em Madri ao lado do presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, ao ser perguntado sobre o rebaixamento da nota da dívida francesa realizada na sexta-feira passada pela Standard & Poor's.

Segundo o chefe de estado francês, os países europeus têm que se concentrar em "reduzir o déficit e a despesa e melhorar a competitividade de nossa economia" e "não enlouquecer porque uma agência rebaixou" a qualificação da dívida.

Veja também :

Berlim minimiza importância de rebaixamento da nota da França

Sarkozy promete mais reformas após rebaixamento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.