Tamanho do texto

Membro do Conselho de Governo do banco central europeu afirmou que é hora dos governos agirem contra crise

O Banco Central Europeu (BCE) não está planejando mais medidas para ajudar a debilitada economia, na medida em que fez sua parte para combater a crise da dívida da zona do euro, afirmou nesta quinta-feira o membro do Conselho de Governo do banco Ewald Nowotny, acrescentando que é hora de os governos agirem.

"Agora temos que ver como as várias medidas afetarão a economia", disse Nowotny à Reuters Insider TV em uma entrevista. "Isso levará algum tempo; enquanto isso, não vejo qualquer necessidade de mais ações."

Questionado sobre a possibilidade de mais cortes nas taxas de juros, Nowotny, que também chefia o banco central austríaco, disse que isso não está em discussão neste momento. Ele disse ainda que no momento não há indicações de riscos de inflação.

Há sinais claros de estabilização nos mercados financeiros, acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.