Tamanho do texto

François Baroin disse que tem "boas razões" para esperar o sucesso na discussão entre gregos e seus credores

O Ministro das Finanças da França, François Baroin, disse que tem "boas razões" para esperar que tenham sucesso as negociações entre a Grécia e seus credores, de acordo com uma entrevista à TV no domingo.

Leia também: FMI e Alemanha defendem juro mais baixo para Grécia

O chefe dos negociadores para os credores privados da Grécia saiu de Atenas no sábado sem um acordo sobre um plano de troca da dívida que é vital para evitar um default caótico, disseram à Reuters fontes próximas às negociações. Baroin disse que tais interrupções nas conversas são normais, dada a complexidade das questões envolvidas.

"Há pontos de suspensão, sobre assuntos importantes", disse o ministro, acrescentando que é importante que a comunidade internacional continue pressionando a Grécia a cumprir suas promessas.

Leia também: Acordo da Grécia com credores pode não sair antes de segunda

Após várias rodadas de conversas de quarta a sexta-feira, a Grécia e seus credores privados estão convergindo a um acordo no qual os credores privados terão uma perda real de 65 a 70 por cento, disseram fontes próximas às negociações. Mas muitos detalhes ainda não foram resolvidos, incluindo os aspectos legais do acordo, disseram as fontes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.