Tamanho do texto

Câmera de vigilância do JP Morgan captou imagens de manifestantes, que foram detidos

Membros do movimento Occupe Wall Street arremessaram fezes e urina dentro de uma filial do banco JPMorgan Chase e nas escadas de uma praça do sul de Manhattan, segundo um vídeo divulgado nesta quinta-feira pela polícia.

Leia também: "Ocupe Wall Street" critica violência da polícia de Nova York

As imagens, feitas no último dia 14 de março por uma câmera de vigilância e que já podem ser vistas no YouTube, mostram três pessoas que primeiro tiram de uma caminhonete vários contêineres e depois atiram os excrementos no vestíbulo da filial bancária e sobre as escadas da praça pública.

O vídeo foi divulgado pela polícia de Nova York, que indicou  que dois dias depois deteve o dono do veículo no qual foram transportados os resíduos graças a uma testemunha anônima que anotou o número da placa.

Leia também: Ocupe Wall Street prova sua força com manifestação no Congresso

Segundo a polícia, o detido se chama Jordan Brooks Amos, tem 25 anos e mora na Filadélfia (Pensilvânia). Amos foi acusado de posse ilegal de substância tóxica (excrementos humanos e urina) e uso inadequado de um veículo a motor, já que os agentes também encontraram na caminhonete uma picana (bastão elétrico para manejo do gado).

As filiais bancárias foram nos últimos meses alvo habitual dos protestos do Occupe Wall Street, que há sete meses iniciou sua mobilização para denunciar os excessos do sistema financeiro. Milhares de nova-iorquinos marcharam na quarta-feira pelo sul da Grande Maçã para exigir justiça pela morte no mês passado de um jovem negro pelo disparo de um vigilante em um bairro de maioria branca da Flórida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.