Tamanho do texto

Projeção para déficit é de 8% do PIB, dois pontos percentuais maior do que estipulado por governo anterior

O governo da Espanha divulgou que o déficit orçamentário do país neste ano deve ser equivalente a cerca de 8% do Produto Interno Bruto (PIB) - rombo maior do que o limite de 6% do PIB estipulado anteriormente - e anunciou um novo pacote de austeridade de € 8,9 bilhões (aproximadamente R$ 21,6 bilhões) que envolve cortes de gastos e aumento de impostos.

Segundo a vice-primeira-ministra espanhola, Soraya Sáenz de Santamaría, o déficit orçamentário maior que o esperado forçou o governo a propor mais cortes do que pretendia nas despesas e um aumento no imposto de renda e em outros tributos por "algum tempo", já que as autoridades ainda querem reduzir o déficit para o equivalente a 4,4% do PIB no ano que vem.

Estas medidas são parte de um pacote de reformas estruturais para reduzir o déficit e renovar a economia", disse Santamaría. Os cortes nos gastos atingirão principalmente o Ministério de Desenvolvimento, que coordena as obras públicas, e também as pastas da Indústria e da Energia. O governo da Espanha também pretende congelar os salários e aumentar a jornada de trabalho dos funcionários públicos. As informações são da Dow Jones.