Tamanho do texto

Emissão atraiu ofertas no valor de 4,5 bilhões de euros, acima do objetivo fixado pelo mecanismo de resgate europeu

O Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) informou nesta quinta-feira que colocou com sucesso 3 bilhões de euros em bônus para três anos para financiar os resgates da Irlanda e de Portugal. A emissão atraiu ofertas no valor de 4,5 bilhões de euros, acima do objetivo fixado pelo mecanismo, que tem sede em Luxemburgo.

Leia mais : Desemprego da Irlanda tem leve queda em dezembro

Trata-se da primeira emissão de bônus para três anos do fundo temporário de resgate da zona do euro. O juro médio ficou em 1,770%. Os bancos Credit Suisse, Deutsche Bank e Société Générale CIB foram os gerentes da operação, e o escritório de gestão da dívida alemã (Finanzagentur) que utiliza o sistema do Bundesbank atuou como agente emissor.

Veja também : Bancos europeus detêm um quarto dos ativos da América Latina, diz FMI

Christophe Frankel, vice-presidente e diretor financeiro do FEEF, avaliou que o "contínuo apoio dos investidores demonstra que o fundo se estabeleceu como um emissor supranacional de qualidade". Em 2012, os requerimentos de financiamento da Irlanda e de Portugal se elevam para 24 bilhões de euros. Os fundos procedentes da emissão desta quinta-feira serão entregues aos dois países nas próximas semanas.

Entenda a crise econômica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.