Tamanho do texto

Presidente do Fed de St. Louis pede novas medidas para recuperação da economia dos EUA

O Federal Reserve (Banco Central dos Estados Unidos) deveria ficar atento em relação ao "compromisso excessivo" com uma política monetária super frouxa, que serviu à economia nos últimos anos mas pode ser prejudicial com o passar do tempo, disse uma das principais autoridades do banco nesta sexta-feira.

"Algumas das novas ações que poderiam ser empregadas nesta conjuntura teriam efeitos no futuro distante, em uma ambiente de contínua melhora e ajuste para a economia dos Estados Unidos", disse o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, em um discurso preparado para apresentação na Conferência Credit Suisse de Investimento Asiático em Hong Kong.

"Compromisso excessivo com a política ultra frouxa poderia ter consequências bem prejudiciais para os Estados Unidos e, por extensão, para a economia global."

O Fed tem mantido taxas de juros próximas de zero desde dezembro de 2008 e comprou US$ 2,3 trilhões em bônus para estimular o crescimento. Em sua reunião de março, o Fed reiterou sua visão de que o crescimento anêmico vai exigir que as taxas se mantenham perto de zero até o fim de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.