Tamanho do texto

Em três meses até janeiro, total de desempregados chega a 2,67 milhões

SÃO PAULO - A taxa de desemprego do Reino Unido chegou a 8,4% nos três meses até janeiro, 0,1 ponto percentual maior na comparação com o período de agosto a outubro de 2011, chegando ao nível mais alto desde 1995.

As informações foram divulgadas hoje pelo escritório nacional de estatísticas britânico (ONS, na sigla em inglês). O número de pessoas desempregadas chegou a 2,67 milhões, alta de 28 mil na comparação trimestral, enquanto o número de empregados alcançou 29,12 milhões, aumento de 9 mil, utilizando a mesma base de comparação.

O setor público encerrou o período de novembro a janeiro com 5,94 milhões de empregados, queda de 37 mil ante os três meses imediatamente anteriores, registrando o menor nível desde junho de 2003. Já o emprego no setor privado subiu em 45 mil, para 23,17 milhões.

Os pagamentos, incluindo bônus, subiram 1,4% nos três meses até janeiro ante igual período do ano anterior. Os pagamento excluindo bônus aumentaram 1,7% nos três meses até janeiro na comparação anual.

Os dados divulgados hoje - uma semana antes do ministro das Finanças George Osborne apresentar o orçamento - deixa desconfortável a posição do governo do Reino Unido e pode limitar o plano de redução de déficit da região, uma vez que o desemprego local resultará em menor recolhimento de impostos e mais pagamentos de benefícios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.