Tamanho do texto

"Os países do euro ainda não estão fora de perigo", afirmou secretário-geral da Organização

A zona do euro precisa de um fundo de resgate de "pelo menos 1 trilhão de euros" (R$ 2,4 trilhões) para que o ciclo de sua crise da dívida seja interrompido para a Espanha e os demais, afirmou o secretário-geral da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em entrevista publicada por um jornal suíço.

Angel Gurria disse ao periódico Handelszeitung que o bloco não deveria esperar o estabelecimento de um fundo de resgate adequado. Operadores do mercado financeiro poderiam explorar qualquer sinal de fraqueza, acrescentou, alertando que Espanha e Portugal poderiam se tornar as próximas vítimas da crise.

"Os países do euro ainda não estão fora de perigo", afirmou Gurria na entrevista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.