Tamanho do texto

Operações nos últimos meses colocaram R$ 2,4 trilhões no mercado

O Banco Central Europeu (BCE) tem ferramentas à disposição para retirar o excesso de liquidez que injetou no sistema bancário da zona do euro para evitar uma crise de crédito e está pronto para agir caso surjam riscos para a estabilidade dos preços, disse nesta segunda-feira o membro do Conselho Executivo do banco, Benoit Coeure.

Leia mais: "Tsunami cambial" não inundou o Brasil

Vários formuladores de política do BCE têm afirmado nos últimos dias que o banco precisa começar a preparar a saída do modo de crise depois de injetar mais de 1 trilhão de euros (R$ 2,4 trilhões) no sistema financeiro nos últimos meses com duas operações de injeção para combater a ameaça de uma crise de crédito.

"Podemos retirar a ampla liquidez criada como efeito colateral da operação de longo prazo quando o Conselho de Governo considerar que as condições de liquidez são excessivas em vista da perspectiva para a estabilidade de preços", disse Coeure em um seminário realizado pelo Barclays Capital Japan.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.