Tamanho do texto

Paralisação é a mais recente realizada contra as reformas de austeridade do governo italiano para equilibrar as contas públicas

selo

A Fiat retomou as operações em uma de suas cinco fábricas na Itália, após uma greve de caminhoneiros que tem atrapalhado a entrega de componentes ao longo da semana começar a perder força, informou hoje a companhia automobilística. A greve é a mais recente realizada contra as reformas de austeridade do governo, que busca elevar sua receita e equilibrar as contas públicas.

Leia : Fiat suspende turno em cinco fábricas na Itália por greve

A Fiat retomou suas operações hoje no segundo turno dos trabalhadores na fábrica de Pomigliano d'Arco, perto de Nápoles, onde a empresa produz uma nova versão do Panda. As outras quatro fábricas da empresa seguem paralisadas no momento, disse um porta-voz da Fiat.

Veja : Greve de caminhoneiros leva Fiat a suspender produção na Itália

A companhia deixou de produzir um total de 4.200 carros por dia como resultado da greve, disse o porta-voz. As fábricas já estavam operando abaixo da capacidade, por causa da queda na demanda por carros. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.