Tamanho do texto

Shinzo Abe também disse hoje (22) que deve continuar a implementar políticas de crescimento, incluindo a redução de impostos sobre investimentos de capital

Agência Estado

Premiê japonês, Shinzo Abe
ASSOCIATED PRESS/AP
Premiê japonês, Shinzo Abe

Um dia depois de seu partido conquistar uma vitória arrebatadora nas eleições da Câmara Alta do Parlamento, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta segunda-feira (22) que a principal prioridade do governo continua ser reconstruir a economia.

"Sair de 15 anos de deflação não é uma tarefa fácil - você pode até chamá-lo de um projeto histórico. É sobre isso que vamos nos concentrar", disse Abe a repórteres em uma coletiva de imprensa.

Abe chamou a vitória do Partido Liberal Democrático (PLD) de "um impulso de apoio" dos eleitores em relação a suas políticas econômicas de dinheiro fácil, gastos do governo e reformas de desregulamentação. O primeiro-ministro também disse que deve continuar a implementar políticas de crescimento, incluindo a redução de impostos sobre investimentos de capital.

"Não podemos mais culpar o Parlamento dividido ou a oposição" sobre a falta de ação do governo, disse o primeiro-ministro.

Os resultados das eleições de domingo deram ao governo o controle de ambas as câmaras do Parlamento, e, com isso, as ferramentas para desfazer impasses legislativos que têm atormentado a política japonesa nos últimos três anos.

Abe também alertou os parlamentares: "Nós vamos perder a confiança do público se voltarmos a nossa velha forma de política avessa a reforma do PLD".

Sem precisar se preocupar com as eleições nacionais por mais três anos, Abe disse que quer um debate nacional sobre a alteração da constituição e do papel das forças armadas.

"A eleição nos impediu de discutir essas questões, mas agora vamos aprofundar nossa discussão", disse Abe. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.