Tamanho do texto

Avaliação se deve ao bom desempenho do setor industrial, que registra crescimento no país

Reuters

Ben Bernanke, chairman do Federal Reserve
Getty Images
Ben Bernanke, chairman do Federal Reserve

A economia dos Estados Unidos continuou se expandindo a passos modestos a moderados em junho e no começo de julho, com o setor industrial registrando crescimento em grande parte do país, informou o Federal Reserve, banco central americano, nesta quarta-feira (17).

-Veja também: presidente do Fed afirma ser flexível sobre programa de compras de títulos

Por meio do seu Livro Bege, relatório periódico sobre a atividade empresarial em todo o país, o banco central americano informou que as fábricas em muitos dos 12 distritos relataram aumentos em novas encomendas, embarques ou produção.

As conclusões sobre a atividade fabril, compiladas pelo Federal Reserve de St. Louis a partir de dados coletados até o dia 8 passado, estão em linha com outras pesquisas e sugerem que a desaceleração na atividade industrial no início do ano tinha, provavelmente, ficado para trás.

O Fed também emitiu sinal otimista sobre o mercado imobiliário, ao citar que o setor de imóveis residenciais e de construção está crescendo a um ritmo moderado a forte em todos os distritos. Isso está ajudando a estimular a atividade.

"A forte demanda na construção residencial continuou estimulando o setor industrial em vários distritos", disse o Fed.

O Fed também informou que os gastos do consumidor e vendas de automóveis aumentaram, fatores que devem ajudar a sustentar a recuperação no terceiro trimestre. Embora a contratação manteve-se ou cresceu a um ritmo moderado na maioria dos distritos, houve uma certa relutância em contratar trabalhadores permanentes.

"As pressões salariais permaneceram geralmente contidas, embora alguns distritos reportaram crescimento do salário modesto ou moderado em alguns setores", informou o Fed.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.