Tamanho do texto

O crescimento foi o mais forte desde janeiro deste ano, impulsionado por um aumento de 0,9% nas vendas de alimentos, bebidas e tabaco

Agência Estado

Harrods, a maior loja de departamento da Europa
Getty Images
Harrods, a maior loja de departamento da Europa

As vendas no varejo da zona do euro se recuperaram em maio, após três meses consecutivos de quedas. A agência de estatísticas oficial da União Europeia, Eurostat, disse nesta quarta-feira que as vendas no varejo subiram 1,0% em maio ante abril, recuperando-se da queda de 0,2% em cada um dos dois meses anteriores. O crescimento foi o mais forte desde janeiro deste ano, impulsionado por um aumento de 0,9% nas vendas de alimentos, bebidas e tabaco, que foi o mais acelerado em quase dois anos.

Veja também: Desemprego na zona do euro tem recorde em maio e inflação acelera em junho

As vendas caíram apenas 0,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Isso se compara a uma queda anual de 1,0% em abril e marca o menor declínio anual desde março de 2012.

Os números foram muito mais fortes do que o esperado por economistas consultados pela Dow Jones, que, em média, esperavam um crescimento de apenas 0,1% no mês e uma queda anual de 2,0%.

Eurostat também fez revisões para cima para os dados de vendas no varejo de abril, mostrando declínios menores do que anteriormente relatados. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.