Tamanho do texto

Ganhos nos setores manufatureiro e de mineração foram compensados por forte queda na atividade de serviços públicos

Reuters

Fábrica da General Motors. Utilização da capacidade industrial caiu para 77,6% ante 77,7% em abril
AP Photo/Orlin Wagner
Fábrica da General Motors. Utilização da capacidade industrial caiu para 77,6% ante 77,7% em abril

A produção industrial nos Estados Unidos ficou inalterada em maio, informou o banco central do país nesta sexta-feira (14), em comparação com estimativas de leve aumento, depois que os ganhos nos setores manufatureiro e de mineração foram compensados por forte queda na atividade de serviços públicos.

Analistas esperavam aumento de 0,2% na produção industrial de maio, após queda de 0,4% no mês anterior, segundo dados revisados. A produção fabril subiu 0,1%, confirmando as expectativas, enquanto o setor de mineração avançou 0,7%. Mas a atividade de serviços públicos caiu em 1,8%.

A utilização da capacidade industrial caiu para 77,6% ante 77,7% em abril, taxa que permanece 2,6 pontos percentuais abaixo da média de longo prazo. Analistas esperavam que a utilização da capacidade atingisse 77,9%.

Veja também: Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem mais que o esperado

Preços ao produtor

Os preços ao produtor dos Estados Unidos subiram mais que o esperado em maio, à medida que os preços da gasolina se recuperaram, mas as pressões inflacionárias permaneceram fracas, o que pode ser um argumento contra uma redução antecipada do estímulo monetário do Federal Reserve, banco central do país.

O Departamento do Trabalho informou que o índice de preços ao produtor ajustado sazonalmente aumentou 0,5 por cento no mês passado, também com os preços de alimentos se recuperando. Os preços ao produtor haviam recuado 0,7 por cento em abril.

Mais: Vendas no varejo dos EUA crescem 0,6%

Apesar da aceleração, as pressões de preços permanecem fracas, e a demanda doméstica modesta dificulta que os produtores repassem os custos maiores aos consumidores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.