Tamanho do texto

A inflação na zona do euro caiu de forma marcante nos últimos meses e está bem abaixo da meta do Banco Cenral Europeu (BCE) de perto mas abaixo de 2%

Reuters

A inflação na maior economia da zona do euro, Alemanha, saltou para 1,6%
Getty Images
A inflação na maior economia da zona do euro, Alemanha, saltou para 1,6%

Os preços de eletricidade, frutas e vegetais impulsionaram a inflação da zona do euro em maio, deixando a mínima de três meses.

A zona do euro deve apresentar alguma recuperação econômica mais tarde neste ano, mas há riscos ao crescimento uma vez que os governos continuam com uma dolorosa consolidação fiscal e as empresas encontram dificuldades de acesso a crédito em bancos.

Veja também: Produção industrial da zona do euro sobe 0,4% em abril

Os preços ao consumidor subiram 0,1% em maio na comparação com o mês anterior, informou a agência de estatísticas Eurostat, o que coloca a inflação na base anual em uma taxa e 1,4%, ante 1,2% em abril.

A inflação na maior economia da zona do euro, Alemanha, saltou para 1,6% no ano em maio ante 1,1% em abril, enquanto a França registrou apenas um leve aumento e a inflação na Itália se manteve em 1,3%.

Veja também: Bancos britânicos temem mais ataques cibernéticos que crise do euro

A inflação na zona do euro caiu de forma marcante nos últimos meses e está bem abaixo da meta do Banco Cenral Europeu (BCE) de perto mas abaixo de 2%. O banco disse em junho que vê os riscos à inflação como amplamente equilibrados.

O BCE deixou a taxa de juros inalterada em maio, reduziu ligeiramente sua perspectiva de crescimento e discutiu uma série de outras opções de política que poderia adotar se a economia da zona do euro não sair da recessão neste ano.

Os problemas da zona do euro ficaram claramente visíveis na queda de 0,5% do emprego nos três primeiros do ano, mostraram dados da Eurostat, refletindo o fato de a taxa de desemprego ter chegado a uma nova máxima em abril, com 19,4 milhões de pessoas sem trabalho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.