Tamanho do texto

Pedidos caíram em 12 mil na última semana, para 334 mil, se aproximando do menor nível em cinco anos, num sinal de resiliência do mercado de trabalho do país

Reuters

Número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego na última semana foi o menor desde o começo de maio
Getty Images
Número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego na última semana foi o menor desde o começo de maio

O número de norte-americanos solicitando auxílio-desemprego caiu na semana passada, se aproximando do menor nível em cinco anos, num sinal de resiliência do mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 12 mil, para 334 mil, segundo dados ajustados sazonalmente, informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho.

Veja também: Castro Neves: 'Problema no comércio com os EUA é a competitividade brasileira'

Esse foi o menor número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego desde o começo de maio e se aproxima de níveis não vistos desde o início da recessão de 2007 a 2009. A média móvel de quatro semanas, que exclui a volatilidade semanal, caiu em 7.250, para 345.250.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.