Tamanho do texto

Índice de Gerentes de Compras sobe para 47,7. Porém, se mantem abaixo da marca de 50, que separa crescimento de contração econômica

Reuters

PMI: contração da atividade industrial na zona do euro desacelera em maio
BBC Brasil
PMI: contração da atividade industrial na zona do euro desacelera em maio

A atividade empresarial da zona do euro encolheu a um ritmo ligeiramente menor em maio, mas uma escassez crônica de novas encomendas significa que uma recuperação econômica ainda parece longe, mostrou, nesta quarta-feira (5), a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI composto do Markit, que avalia o desempenho de milhares de empresas na região a cada mês, subiu em maio para 47,7 ante 46,9 (inalterado ante a leitura preliminar). Embora o índice tenha melhorado pelo segundo mês seguido, ele permanece abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração em todos os meses desde setembro de 2011, com exceção de um.

Veja mais: PIB da zona do euro contrai em 0,2% no 1º trimestre, informa Eurostat

O Markit informou que os dados sugerem que a mais longa recessão da história da zona do euro irá se ampliar para o trimestre atual, com uma contração econômica de 0,2%.

"Autoridades e políticos vão, entretanto, buscar consolo no fato de que a taxa de declínio diminuiu agora por dois meses consecutivos, e que a Alemanha está se estabilizando", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

"As contrações também melhoraram na França, Itália e especialmente na Espanha desde o início deste ano."

O PMI de serviços subiu para 47,2 em maio ante 47,0, mas mostrou que os livros de encomendas encolheram a uma taxa ligeiramente mais rápida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.