Tamanho do texto

Segundo o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, objetivo do plano é aumentar a renda nacional bruta per capita do país

Agência Brasil

Premeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe
ASSOCIATED PRESS/AP
Premeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, divulgou nesta quarta-feira (5) o novo plano econômico para o país. Segundo ele, o objetivo é aumentar a renda nacional bruta per capita que é de US$ 15 mil. Abe disse que a vitalidade do setor privado será a “força motriz” para o futuro. O plano inclui medidas de desregulamentação para revitalizar a economia e propostas de crescimento.

Abe informou que a ideia é eliminar uma série de barreiras, envolvendo medicamentos e a área de tecnologia. O primeiro-ministro acrescentou que há a intenção de criar áreas estratégicas nacionais - locais que ofereçam ambiente para negócios nos setores estratégicos.

O governo pretende apresentar o plano de crescimento em um painel sobre competitividade industrial. A proposta deve ser submetida à apreciação do Conselho de Ministros, no próximo dia 14.

Mais: Japão: terapia de choque econômico começa a dar resultados

Desde o terremoto seguido por tsunami, em março de 2011, o Japão administra uma série de prejuízos na área econômica. Na região de Fukushima, uma das mais atingidas, onde está parte da produção rural, as autoridades suspenderam a comercialização dos produtos devido ao risco de contaminação nuclear. Com informações da emissora estatal de televisão do Japão, NHK.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.