Tamanho do texto

Fundo Monetário Internacional prevê que a economia francesa contraia 0,2% neste ano

Agência Estado

Presidente francês, François Hollande. FMI reduz previsão para o PIB da França
AP
Presidente francês, François Hollande. FMI reduz previsão para o PIB da França

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a sua previsão de crescimento da economia da França para este ano e alertou que o país deve agir rapidamente para tornar a economia mais competitiva.

O FMI prevê que a economia francesa contraia 0,2% neste ano, uma taxa pior do que a contração de 0,1% que havia previsto anteriormente. A recuperação no final deste ano deve levar a economia a uma expansão de 0,8% em 2014, disse o FMI.

O governo francês prevê um crescimento de 0,1% do Produto Interno Bruto neste ano, enquanto a Comissão Europeia prevê uma contração de 0,1%.

Embora o FMI reconheça que houve "progressos significativos em termos de reformas estruturais", a instituição pediu que Paris intensifique as reformas adotadas pelo governo do presidente François Hollande. Entre as reformas estão um acordo entre empresas e sindicatos, que introduziu uma certa flexibilidade no mercado de trabalho, e medidas adotadas no ano passado para cortar custos trabalhistas.

Ainda assim, a França, que conseguiu manter, aos olhos dos investidores, a condição de uma das principais economias da zona do euro mesmo com a crise financeira global, corre o risco de ser superada por outros países na região, disse o FMI.

"O ambiente externo está mudando rapidamente com países periféricos da área do euro registrando grandes ganhos de competitividade", disse o Fundo Monetário Internacional. "A intensificação das reformas lançadas pelo governo nos últimos seis meses é necessária para fechar esta lacuna". Fonte: Dow Jones Newswires.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.