Tamanho do texto

Perspectiva negativa reflete os riscos à implementação do programa de resgate do país, a possibilidade de a recessão durar mais que o previsto e a intensificação da crise bancária

Agência Estado

A agência de classificação de risco Fitch Ratings rebaixou o rating soberano do Chipre para B-, de B, com perspectiva negativa. No entanto, o rating não está mais em observação para novo rebaixamento. A Fitch informou que sua decisão reflete a elevada incerteza em relação à perspectiva da economia cipriota devido aos altos riscos à implementação do programa de resgate do país e à reestruturação do setor bancário.

"A Fitch reconhece que o programa de resgate melhora a posição imediata do rating soberano tanto em termos de liquidez quanto de solvência. No entanto, o Chipre não tem flexibilidade para lidar com choques domésticos ou externos e existe um grande risco de o programa sair do rumo", alertou a agência.

Segundo a Fitch, a perspectiva negativa reflete os riscos à implementação do programa de resgate do país, a possibilidade de a recessão durar mais que o previsto e a intensificação da crise bancária no Chipre. A agência destacou ainda que não prevê acontecimentos que levem a uma elevação do rating soberano no curto prazo. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.