Tamanho do texto

"Algumas sociedades são forçadas a ficar de joelhos", afirmou o ex-ministro de Finanças alemão

Agência Estado

As medidas de austeridade impostas em alguns países da zona do euro são "muito severas" e levam à depressão econômica, disse o social-democrata Peer Steinbrueck, que concorrerá contra a chanceler Angela Merkel nas eleições de 2013, em entrevista ao jornal Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung.

"Algumas sociedades são forçadas a ficar de joelhos", disse o ex-ministro de Finanças alemão. Segundo ele, a consolidação orçamentária é como tomar medicamentos - uma dose pode salvar a vida, mas outra pode ser letal.

Steinbrueck destacou ainda que alguns países tiveram de economizar 5% do seu Produto Interno Bruto (PIB) este ano e terão de fazer o mesmo no próximo e calculou que na Alemanha isso equivaleria a poupar 150 bilhões de euros. "O que você acha que aconteceria em nossas ruas nesse caso?", provocou. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.