Tamanho do texto

Apesar do avanço, superávit comercial da Alemanha diminuiu para 15,2 bilhões de euros em outubro, em termos ajustados, do dado revisado de 16,8 bilhões de euros em setembro

Agência Estado

As exportações da Alemanha cresceram 10,6% em outubro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, a maior alta anual desde meados de 2011, impulsionadas por um aumento de 14,6% nas encomendas de fora da União Europeia, de acordo com dados do Destatis, o escritório de estatísticas do país.

No entanto, os dados também indicam que a crise econômica da zona do euro está tendo efeito sobre as exportações alemãs, já que as vendas do país para a região caíram 1,2% no período de janeiro a outubro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

A relativamente modesta alta mensal de 0,3% nas exportações totais da Alemanha em outubro também sugere que o ritmo das vendas para o exterior está perdendo força, especialmente porque se seguiu a uma queda mensal de 2,4% em setembro. Os dados mensais são ajustados por fatores sazonais e pelo calendário.

As importações da Alemanha subiram 2,5% em outubro ante setembro e 6,0% ante outubro do ano passado, também graças ao comércio robusto com países de fora da UE.

Como resultado, o superávit comercial da Alemanha diminuiu para 15,2 bilhões de euros em outubro, em termos ajustados, do dado revisado de 16,8 bilhões de euros em setembro. O superávit ficou abaixo da previsão dos analistas de 15,9 bilhões de euros.

Na conta-corrente, o superávit alemão ficou em 13,6 bilhões de euros em outubro, em linha com as previsões. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.