Tamanho do texto

Índice subiu em uma taxa anual de 2,9% no terceiro trimestre, superando a leitura preliminar de 1,9% e as previsões dos analistas de aumento de 2,8%

Agência Estado

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou que a produtividade da mão de obra no país subiu em uma taxa anual de 2,9% no terceiro trimestre, superando a leitura preliminar de 1,9% e as previsões dos analistas de aumento de 2,8%. A leitura marcou o melhor trimestre para a produtividade em dois anos.

- Setor privado dos EUA abre menos postos de trabalho do que esperado

O custo unitário da mão de obra no país, segundo dados revisados, declinou em um taxa anual de 1,9% no terceiro trimestre, ante leitura preliminar de queda de 0,1%. Os economistas tinham previsto queda de 1%.

A produção de negócios não agrícolas aumentou em uma taxa anual de 4,2% durante o terceiro trimestre, maior que a leitura anterior de 3,2%. As horas trabalhadas subiram 1,3%, igual à leitura preliminar.

Apesar do aumento geral, a produtividade no setor manufatureiro declinou 0,7% no terceiro trimestre. O custo unitário da mão de obra subiu 3,2%.

No segundo trimestre, a produtividade da mão de obra avançou 1,9%, similar à leitura preliminar, mas o custo unitário da mão de obra declinou 0,5%, ante leitura preliminar de 1,7%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.