Tamanho do texto

A leitura final do PMI do HSBC subiu pela primeira vez em 13 meses para 50,5 em novembro ante 49,5 em outubro

Reuters

O ritmo da atividade no vasto setor industrial da China acelerou pela primeira vez em 13 meses em novembro, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), ampliando as evidências de que a economia está se reanimando após sete trimestres de crescimento lento.

A leitura final do PMI do HSBC subiu para 50,5 em novembro ante 49,5 em outubro, em linha com a pesquisa preliminar publicada no final do mês passado. Essa foi a primeira vez desde outubro de 2011 que a pesquisa ultrapassa a marca de 50 que separa crescimento de contração.

A leitura final do HSBC segue-se a um resultado similar na pesquisa do Departamento Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) divulgada no fim de semana, segundo a qual o ritmo de crescimento no setor industrial acelerou. O PMI oficial subiu para uma máxima de sete meses de 50,6 em novembro, ante 50,2 em outubro.

"Isso confirma que a economia chinesa continua a se recuperar gradualmente", escreveu o economista-chefe do HSBC Hongbin Qu.

O PMI oficial dos setores não industriais da China também aumentou para 55,6 em novembro ante 55,5 em outubro, liderado pela expansão da atividade nos serviços de construção. Mas o crescimento em transporte aéreo e ferroviário, assim como em alimentos e bebidas, desacelerou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.