Tamanho do texto

País obteve até 100 bilhões de euros em junho como parte de um fundo de resgate da zona do euro para ajudar o setor bancário

Reuters

O governo espanhol vai pedir entre 40 bilhões e 42,5 bilhões de euros (52 bilhões a 55 bilhões de euros) em ajuda financeira para seus bancos em crise, publicou o jornal El País nesta segunda-feira, citando fontes do governo.

O ministro da Economia espanhol se recusou a comentar o assunto. A Espanha obteve até 100 bilhões de euros em ajuda em junho como parte de um fundo de resgate da zona do euro para ajudar o setor bancário, atingido por uma bolha imobiliária que estourou há cinco anos.

O jornal disse que o governo vai usar 37 bilhões de euros em seus quatro bancos nacionalizados (Bankia, Novagalicia, CatalunyaCaixa e Banco de Valencia) e 2,5 bilhões de euros para capitalizar o recém-criado banco podre conhecido como Sareb.

Um adicional entre 2 bilhões e 3 bilhões de euros de fundos da União Europeia devem ser usados por outros bancos que podem precisar de dinheiro público, segundo o El País.

No domingo, o jornal publicou que autoridades europeias fariam a transferência de 35 bilhões de euros para o fundo de resgate bancário da Espanha em 15 de dezembro, em troca de demissões maciças nos quatro bancos nacionalizados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.