Tamanho do texto

"Eu acho que a Itália não precisa disso e não precisará", disse o primeiro-ministro italiano Mario Monti durante lançamento de um livro na universidade de Bocconi

Reuters

O primeiro-ministro italiano Mario Monti repetiu neste sábado que o país não precisa de ajuda financeira da zona do euro e que o Banco Central Europeu acione o esquema de compra de títulos para enfrentar a crise de dívida da zona do euro.

Veja mais:  Zona do Euro entra em recessão após PIB cair 0,1% no terceiro trimestre

"Uma vez que os italianos estão entre os principais apoiadores desta inovação, que não é tão óbvia e eu não tenha nada contra ela, mas eu gostaria que outros tentassem usá-la antes e eu acho que a Itália não precisa disso e não precisará", disse ele no lançamento de um livro na universidade de Bocconi.

Seus comentários, em resposta a uma pergunta durante um painel, vêm após especulações de que seu governo tecnocrata poderia pedir ajuda como meio de preparar caminho para que um novo governo adote reformas.

Veja também:  Europa tem dia de greves antiausteridade

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.