Tamanho do texto

Resultado é pior do que expectativa dos economistas, que previam retração de 1,9% na atividade da indústria na região

Reuters

BRUXELAS - A produção nas fábricas da zona do euro teve a maior queda em setembro desde janeiro de 2009, puxada pela fraquejante indústria alemã que está sucumbindo ao impacto de três anos de crise.

LEIA TAMBÉM:
Zona do Euro entra em recessão após PIB cair 0,1% no 3º tri

Alemanha é o país com pior desempenho na produção industrial no período, de acordo com Eurostat
Getty Images
Alemanha é o país com pior desempenho na produção industrial no período, de acordo com Eurostat

A produção industrial nos 17 países que compartilham o euro recuou 2,5% em setembro ante agosto, informou nesta quarta-feira (15) o escritório de estatísticas Eurostat, pior do que a expectativa dos economistas consultados pela Reuters de 1,9%.

O desempenho foi o pior na base mensal desde janeiro de 2009, quando a produção caiu 4%, à medida que a crise financeira global colocou as principais economias do mundo em recessão.

Os dados decepcionantes somam-se às expectativas de que a zona do euro irá terminar 2012 com uma contração econômica de pelo menos 0,4%, a segunda recessão em três anos , ao passo que a crise da dívida que começou na Grécia três anos atrás suga a confiança do empresário e coloca o número de desempregados num nível recorde.

A produção industrial da zona do euro caiu 2,3% em setembro na comparação com o ano anterior, como esperado por economistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.