Tamanho do texto

Pagamento a Portugal de uma fatia de 2,5 bilhões de euros em ajuda financeira dependerá da análise de uma missão dos credores, que terá duração de aproximadamente uma semana

AFP

A chanceler alemã Angela Merkel viaja nesta segunda-feira a Portugal para apoiar as medidas adotadas pelo país, que conta com assistência financeira internacional e que recebe nova missão de avaliação de seus credores, num contexto de crescente insatisfação social.

Várias manifestações estão previstas para segunda-feira à tarde em protesto contra Merkel, considerada o símbolo do plano de austeridade implementado pelo governo português e aprovado pelos credores (FMI, UE, BCE).

"Inicialmente, um programa deste tipo suscita um grande debate, mas o governo (de Lisboa) mostrou coragem ao adotar essas medidas", declarou Merkel em entrevista à emissora de televisão portuguesa RTP, divulgada no domingo à noite.

"É um processo longo e difícil, e sei que exige muitos sacrifícios," admitiu a chanceler, que afirmou não haver motivos para renegociação do programa de saneamento português nem necessidade de um segundo plano de ajuda, como especulam certos analistas.

A chanceler, que esteve recentemente na Espanha e na Grécia, outros dois países fortemente afetados pela crise econômica, será recebida pelo Presidente da República, Anibal Cavaco Silva, e em seguida se reunirá com o primeiro ministro Pedro Passos Coelho. Ao mesmo tempo, representantes da Comissão Européia, do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) iniciam o sexto exame trimestral do programa de austeridade e reformas negociado com Portugal em maio de 2011 em troca de um empréstimo de 78 bilhões de euros.

O pagamento a Portugal de uma fatia de 2.5 bilhões de euros dependerá do resultado da missão, que terá duração de aproximadamente uma semana. No entanto, os protestos vêm crescendo nos últimos dias, com grande número de policiais e até militares, embora o país ainda não tenha sofrido com confrontos violentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.