Tamanho do texto

Indicador foi ajudado por um leve aumento da receita apesar da forte recessão no país; economia anual do país deverá cair 4,5% em 2013, o sexto ano de crise econômica

Agência Estado

O déficit orçamentário da Grécia caiu 42% nos primeiros 10 meses deste ano, para 13,2 bilhões de euros, de 21,1 bilhões de euros em igual período do ano passado, ajudado por um leve aumento da receita apesar da forte recessão no país, afirmou o vice-ministro das Finanças grego, Christos Staikouras. A receita subiu 1,4% de janeiro a outubro de 2012.

MaisOito investidores estão de olho em empresa de apostas grega

"O cenário é encorajador. Expectativas razoáveis estão sendo criadas pelo resultado melhor. Nós estamos chegando mais perto de alcançar uma meta nacional: registrar um superávit primário em 2013", afirmou Staikouras em um comunicado. A Grécia está buscando um superávit orçamentário de 0,4% anual no próximo ano, seu primeiro em uma década, de acordo com um esboço do orçamento de 2013 que está sendo atualmente debatido no Parlamento.

A meta de orçamento primário do ano que vem, no entanto, foi recentemente revisada para baixo pelo governo grego de um superávit de 1,1%, em razão dos efeitos das medidas de austeridade sobre a economia grega. A economia anual do país deverá cair 4,5% em 2013, o sexto ano de recessão, após uma queda de 6,5% neste ano.

LeiaEuropa impedirá que Grécia declare calote, diz fonte europeia

O esboço do orçamento de 2013 deverá ser aprovado com facilidade pelos três partidos da coalizão governista em votação no Parlamento neste domingo. O vice-ministro afirmou também que o déficit do orçamento primário nos 10 meses de 2012 foi cortado em 80%, para 1,2 bilhão de euros, de 5,9 bilhões de euros em igual período do ano passado. O gasto primário também foi reduzido em 8,5%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.