Tamanho do texto

Inflação de 1,7% em outubro pode dar ao governo uma margem de manobra para lutar contra a desaceleração do crescimento, segundo analistas

AFP

A China anunciou nesta sexta-feira uma inflação de 1,7% em outubro, o menor nível desde o início de 2010, o que deve dar ao governo uma margem de manobra para lutar contra a desaceleração do crescimento, segundo analistas.

A inflação da segunda maior economia mundial foi de 1,9% em setembro e de 2% em agosto. O menor índice antes de outubro de 2012 havia sido registrado em janeiro de 2010, com 1,5%.

A notícia foi divulgada de forma oportuna durante o congresso do Partido Comunista e no momento em que o aumento de preços provoca descontentamento popular.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.