Tamanho do texto

Caso pedido seja feito, provavelmente será tratado junto com um programa de empréstimos revisado para Grécia e um resgate para Chipre como parte de um grande pacote

Reuters

A Espanha deve pedir ajuda financeira da zona do euro no mês que vem e, caso o pedido seja feito, ele provavelmente será tratado junto com um programa de empréstimos revisado para Grécia e um resgate para Chipre como parte de um grande pacote, afirmaram autoridades da zona do euro.

O governo espanhol está considerando as condições de tal pacote de resgate e tem dito que tomará uma decisão somente quando tiver mais clareza sobre as condições e o escopo da ajuda.

LeiaPedido de resgate da Espanha acalmaria mercados, diz premiê italiano

A Espanha substituiu Grécia, Irlanda e Portugal como o principal foco de preocupação da crise da dívida da zona do euro no início deste ano, na medida em que problemas no sistema bancário, regiões altamente endividadas, uma segunda recessão em três anos e o aumento da dívida deixaram investidores nervosos.

Desde então, os custos de empréstimo do país alcançaram níveis considerados insustentáveis no longo prazo, elevando a perspectiva de um segundo programa de ajuda para Madri depois da linha de 100 bilhões de euros obtida para financiar os bancos em junho.

MaisS&P rebaixa rating da Espanha

"Estamos nos movendo, estamos tomando as medidas, estamos nos preparando para isso, as coisas vão ficar cristalinas em novembro", disse uma autoridade sênior que está diretamente envolvida nas conversas sobre um potencial pacote de ajuda para a Espanha.

"Estou confiante de que isso vai acontecer então, em Novembro."

Outra autoridade sênior também apontou novembro como o mês mais provável para um movimento de Madri.

"Se eu tivesse que apostar, seria antes em novembro que em outubro. Então seria um pacote --você teria Grécia, Chipre e Espanha", disso uma autoridade sênior da zona do euro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.