Tamanho do texto

Para presidente do Banco Central Europeu, supervisão multilateral real" de orçamentos de membros da zona do euro e políticas de reformas é "vital"

Agência Estado

Os Estados-membros da zona do euro precisam tomar medidas para aumentar a integridade de suas economias e fiscalizar os orçamentos de outros países da região, afirmou neste sábado o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi.

MaisDraghi pede a países do euro que avancem em suas reformas

"Está claro que precisamos nos mover em direção a uma integração econômica maior entre os países que dividem o euro", afirmou, em texto prévio de uma mensagem em vídeo a ser apresentada em cerimônia de entrega de prêmios em Veneza, na Itália. "A supervisão multilateral real" de orçamentos de membros da zona do euro e políticas de reformas é "vital", considerando que "as decisões de política econômica se tornam, em grande parte, decisões coletivas", disse a autoridade.

LeiaDraghi diz que supervisor bancário único do euro estará funcionando em 2014

O presidente do BCE também elogiou o "progresso significativo" já feito para fortalecer o sistema financeiro da Europa, mas salientou que "ainda resta muito a ser feito, particularmente em relação ao projeto de uma nova estrutura institucional para a zona do euro". "Nenhuma união pode ter como base a avaliação de que cada país pode causar danos externos e econômicos a outro país-membro por ter suas prioridades de política econômica nacional", concluiu. As informações são da Dow Jones.