Tamanho do texto

Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, diz que austeridade é decidida por por todos os governos europeus

AFP

A austeridade não é decidida por Bruxelas e sim por todos os governos europeus, afirmou nesta quinta-feira o presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Barroso, ao pedir aos países mais frágeis que parem de anunciar aos cidadãos que cumprem as ordens do Executivo comunitário.

"As decisões são tomadas por todos os governos europeus", explicou Barroso ao responder uma pergunta sobre as medidas de austeridade aplicadas em países como Grécia, Espanha ou Portugal como receita para recuperar o crescimento.

"A Comissão não toma decisões, as decisões são aprovadas de forma unânime por todos os governos", insistiu, ao elogiar as medidas adotas pela Grécia, "de alcance histórico".

"O problema é que muitos países transmitem a seus cidadãos a ideia equivocada de que não têm mais remédio que cumprir com as medidas de ajustes exigidas por Bruxelas. Isto não é correto", afirmou durante um debate em Bruxelas sobre o estado da Europa, organizado pela fundação Friends of Europe.

"Se você é primeiro-ministro e diz que as decisões são impostas, claro que isto vai enfurecer as pessoas", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas