Tamanho do texto

Por causa dos efeitos da crise, fundo reduzirá estimativas de crescimento da economia global para 3,3% este ano e 3,6% em 2013, ante projeções anteriores de 3,4% e 3,9% respectivamente

Reuters

O Fundo Monetário Internacional (FMI) irá diminuir suas previsões para o crescimento da economia global para 3,3% este ano e 3,6% em 2013 ante estimativas anteriores de 3,4% e 3,9% respectivamente, reportou nesta sexta-feira o jornal alemão Handelsblatt.

O FMI espera que a economia da zona do euro encolha 0,4% este ano e então cresça 0,2% em 2013, informou o jornal em uma prévia das projeções do Fundo que serão divulgadas na semana que vem.

Espera-se crescimento de 8,2% para a China em 2013, ante estimativa anterior do FMI de 8,4%; o crescimento indiano é visto em 6% frente previsão anterior de 6,6% e para o Brasil espera-se expansão de 4% em relação a última estimativa de 4,7%.

"O esfriamento adicional da economia global este ano e no próximo é acompanhado por um aumento significativo de riscos", afirmou o FMI, segundo o jornal.

O Fundo acrescentou que o cenário de crescimento global dependia de que "ações políticas decisivas para estabilizar a confiança sejam tomadas na zona do euro e nos Estados Unidos."