Tamanho do texto

Pedro Passos Coelho afirmou que o retorno de Portugal aos mercados de títulos mostrou que as políticas do governo estão funcionando e têm credibilidade

Reuters

Portugal precisa manter a austeridade para não perder a credibilidade que reconquistou, afirmou nesta quinta-feira o primeiro-ministro do país, Pedro Passos Coelho, defendendo no Parlamento, após anunciar aumentos tributários, as políticas do governo.

Dois pequenos partidos de esquerda apresentaram uma moção de não confiança no governo de centro-direita, que tem uma maioria confortável no Parlamento para a derrotar.

"Se a política não estivesse à altura do desafio, os credores não teriam nos dado mais tempo" para cumprir as metas do resgate, disse ele ao Parlamento.

Passos Coelho afirmou que o retorno de Portugal aos mercados de títulos na quarta-feira, por meio de uma operação de troca de títulos, mostrou que as políticas do governo estão funcionando e são de credibilidade.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.