Tamanho do texto

O PMI oficial do setor caiu para 53,7 em setembro ante 56,3 em agosto; crescimento lento na indústria está afetando de forma mais generalizada a economia chinesa

Reuters

O normalmente robusto setor de serviços da China enfraqueceu com força em setembro, atingindo o menor nível desde novembro de 2010, uma vez que o crescimento lento na indústria finalmente começou a afetar o resto da economia, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa oficial Índice de Gerentes de Compra (PMI).

O PMI oficial do setor caiu para 53,7 em setembro ante 56,3 em agosto, pressionado pela fraqueza nos serviços de construção e transporte, assim como nas novas encomendas gerais, de acordo com a pesquisa do Escritório Nacional de Estatísticas.

O índice de serviços segue as pesquisas PMI tanto oficial quanto privada sobre a indústria da China, que mostraram um crescimento se estabilizando a um ritmo mais lento, praticamente sinalizando um sétimo trimestre de crescimento econômico lento na segunda maior economia do mundo.

"A tendência parece ser bastante persuasiva de que estamos avançando a níveis mais lentos, o que mostra o impacto da desaceleração em serviços urbanos", disse o chefe de pesquisa do Standard Chartered, Stephen Green.

"Se o seu setor industrial está lento há seis meses, faz sentido atingir outros serviços como os bancários."

A leitura do PMI é a mais baixa em quase dois anos, embora tenha permanecido acima da marca de 50 que divide expansão de contração. Conforme a economia da China torna-se mais orientada ao consumidor, é de se esperar que o setor de serviços apresente crescimento mais forte do que o industrial, que cresceu antes.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.