Tamanho do texto

A leitura de outubro aponta que as expectativas de que a demanda doméstica irá sustentar a economia alemã

Reuters

O sentimento do consumidor na Alemanha permaneceu estável para outubro uma vez que as baixas taxas de juros encorajaram as pessoas a continuar gastando em vez de colocar o dinheiro no banco em troca de um retorno magro, mostrou nesta terça-feira pesquisa do instituto GfK.

O indicador futuro do sentimento do consumidor, com base em pesquisa junto a 2 mil alemães, permaneceu em 5,9 em outubro, inalterado ante setembro e igualando a previsão em pesquisa da Reuters junto a 24 economistas.

"Os consumidores ainda tendem a investir seu dinheiro em compras de valor mais alto, como imóveis, em vez de poupá-lo no banco", disse o GfK em comunicado.

A leitura de outubro sustenta as expectativas de que a demanda doméstica irá sustentar a economia alemã, tradicionalmente guiada por exportações, uma vez que a demanda na zona do euro e o ambiente econômico global enfraquecem.

O GfK reiterou sua previsão de que o consumo privado, que responde por cerca de 60% do Produto Interno Bruto (PIB) alemão, subirá cerca de 1% em termos reais neste ano.

"O consumo portanto continua a cumprir totalmente seu papel de pilar confiável de suporte para a economia. Levando em consideração a crise, 2012 deve ser um ano bom de consumo", disse o GfK em comunicado.

O mercado de trabalho relativamente estável e bons acordos salariais devem impulsionar a disposição dos consumidores para comprar, completou o GfK.