Tamanho do texto

Christine Lagarde disse ainda que EUA e Japão também devem implementar seus planos fiscais de médio prazo para ancorar expectativas sobre a política econômica

Reuters

As autoridades europeias devem agir rapidamente para coordenar e implementar decisões já tomadas para tirar a zona do euro de sua atual crise de dívida, afirmou nesta sexta-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde.

Em entrevista a uma publicação do FMI divulgada nesta sexta-feira, Lagarde afirmou que os Estados Unidos e o Japão também devem implementar seus planos fiscais de médio prazo para ancorar expectativas sobre a política econômica.

Veja também:  Rajoy e Monti estreitam cooperação contra crise da zona do euro

Ela afirmou que ação, e não apenas negociações, é necessária entre todos os país para ajudar a economia global a retomar o crescimento novamente, com as economias emergentes agora claramente arrastadas para a desaceleração vista no crescimento global.

"É uma questão de realmente superar a crise da zona do euro, insistir em um plano de médio prazo para países como os Estados Unidos e o Japão e garantir que algumas dessas questões que na verdade criaram a crise há cinco anos sejam realmente enfrentadas, não pela metade", disse ela.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Leia tudo sobre a Crise Econômica