Tamanho do texto

Enquanto a Alemanha pressiona para que apenas um pequeno número de bancos importantes esteja sujeito à supervisão do BCE, a França defende a proposta da Comissão Europeia para todos os bancos da região sejam cobertos

Reuters

A França e a Alemanha têm espaço para um acordo sobre o momento e a escala de uma supervisão conjunta de bancos europeus, afirmou nesta quarta-feira o ministro francês das Finanças, Pierre Moscovici.

"Existe espaço para um acordo. Estamos negociando o momento das coisas e a escala da abordagem, mas é uma perspectiva redutiva caracterizar isso como algum tipo de confronto", disse Moscovici em entrevista à imprensa.

"Isso é a preparação de um texto importante que exige discussão franco-alemã."

Enquanto a Alemanha pressiona para que apenas um pequeno número de bancos importantes sistematicamente esteja sujeito à supervisão do Banco Central Europeu (BCE), a França defende a proposta da Comissão Europeia para todos os bancos da região sejam cobertos.

Paris também diz que o sistema deveria ficar pronto até o fim deste ano, mas Berlim diz que seria muito cedo.

"As coisas estão avançando para alcançar um compromisso entre França e Alemanha", disse o primeiro-ministro, Jean-Marc Ayrault, acrescentando que espera que um acordo possa ser definido até uma cúpula de líderes europeus, em 16 e 17 de outubro.