Tamanho do texto

Apesar das esperanças do ministro de Finanças da França, Pierre Moscovici, as bolsas europeias apresentaram leve queda nesta segunda-feira

Agência Estado

O ministro de Finanças da França, Pierre Moscovici, afirmou hoje que a zona do euro está mais próxima de uma posição na qual poderá se recuperar e atingir um crescimento estável. Segundo ele, a situação é melhor agora do que seis meses atrás, graças a ações adotadas pelos governos e pelo Banco Central Europeu (BCE).

"A situação está melhorando. Há uma luz no fim do túnel", comentou Moscovici. Mesmo assim, segundo o ministro francês, para a zona do euro voltar a crescer de maneira sustentável serão necessárias profundas mudanças estruturais

Leia também: Espanha precisa de menos de 100 bilhões de euros para bancos

Moscovici também disse que a zona do euro não pode perder tempo na implementação das decisões já tomadas. Segundo ele, é necessário que a União Europeia chegue a um acordo para uma união bancária no bloco até o fim deste ano.

Bolsas

Apesar das esperanças do ministro, nesta segunda-feira (17), as bolsas europeias fecharam em leve baixa. O índice seletivo FTSE MIB, da Bolsa de Valores de Milão, fechou com recuo de 0,93%, para 16.470,09 pontos. A Bolsa de Valores de Paris apresentou baixa de 0,78%, e seu principal indicador, o CAC-40, terminou o pregão com 3.553,69 pontos.

O índice de referência da Bolsa de Valores de Madri, o Ibex-35, fechou em leve baixa de 0,08%, para 8.148 pontos.O índice DAX 30, o principal da Bolsa de Valores de Frankfurt, teve queda de 0,11%, para 7.403,69 pontos. Já o principal índice da Bolsa de Valores de Londres, o FTSE-100, baixou 0,37%, para 5.893,52 pontos.

*Com EFE