Tamanho do texto

Preços dos imóveis caíram 14,4% em comparação com o segundo trimestre do ano passado, depois de recuarem 12,6% no primeiro trimestre e 11,2% no quarto trimestre de 2011

Agência Estado

A queda dos preços dos imóveis na Espanha se ampliou no segundo trimestre deste ano e atingiu um recorde, segundo dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Os preços dos imóveis caíram 14,4% em comparação com o segundo trimestre do ano passado, depois de recuarem 12,6% no primeiro trimestre e 11,2% no quarto trimestre de 2011.

Após mais de uma década de excesso de construções e um rápido aumento dos preços, o boom imobiliário espanhol teve um fim abrupto em 2008, o que provocou fortes impacto na economia do país.

O estouro da bolha imobiliária está prejudicando o frágil setor bancário da Espanha em meio à fraca demanda doméstica e ao aumento do desemprego. As informações são da Dow Jones.