Tamanho do texto

O instituto afirmou que ainda não há sinais de uma recessão, mas acrescentou que a crise pode piorar a qualquer momento e elevar o estresse no mercado financeiro, o que pode distorcer a economia real ainda mais

Reuters

O instituto de pesquisa da Alemanha IfW reduziu nesta quinta-feira sua estimativa de crescimento em 2012 para a maior economia da Europa em 0,1 ponto percentual, para 0,8%, uma vez que as condições globais permanecem fracas e as empresas alemãs adiam os investimentos.

O IfW também reduziu sua previsão de crescimento em 2013 para 1,1%, ante 1,7% em junho.

"No segundo semestre do ano (2012) a economia ainda irá adotar um caminho ligeiramente para cima, mas será bem menos dinâmico do que nos seis primeiros meses", informou o IfW em comunicado.

"A economia alemã tem sido afetada consideravelmente porque a crise da zona do euro cresceu de novo", completou, acrescentando que a incerteza sobre a crise e a falta de clareza sobre a política econômica futura no bloco significa que as empresas estão segurando os investimentos.

O instituto afirmou que ainda não há sinais de uma recessão, mas acrescentou que a crise pode piorar a qualquer momento e elevar o estresse no mercado financeiro, o que pode distorcer a economia real ainda mais.

O crescimento econômico alemão desacelerou para 0,3% no segundo trimestre ante 0,5% no primeiro devido a uma forte queda do investimento.